Outubro Rosa: mês da prevenção ao câncer de mama

Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama. Uma das causas que mais matam mulheres em todo o mundo, e que ainda precisa de muitos debates para o diagnóstico precoce da doença. A Reunidas apoia esta causa e preparou um conteúdo especial para explicar algumas dúvidas e a importância do autoexame para salvar vidas. 

Quer saber mais informações? Continue a leitura deste blog e confira!

O que é o Outubro Rosa? 

Outubro Rosa, assim como o nome diz, é uma campanha realizada todo ano no mês de outubro e conhecida mundialmente para alertar as mulheres e sociedade em geral sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. 

Mas além disso, a causa busca também à disseminação de dados preventivos e ressalta a luta pelos direitos das mulheres em ter um atendimento médico e o suporte emocional durante o tratamento. 

Por isso, durante o mês são feitas diversas campanhas de empresas e instituições para encorajar as mulheres a realizarem a mamografia todo ano. 

Como surgiu o Outubro Rosa? 

Através do evento “Corrida pela Cura” surgiu o Outubro Rosa, em 1990. Ocorrido na cidade de Nova Iorque com o intuito de arrecadar fundos para a pesquisa realizada pela instituição Susan G. Komen Breast Cancer Foundation.

No Brasil, no entanto, a primeira ação ocorreu apenas em 2002, no parque Ibirapuera, em São Paulo, com a iluminação em cor de rosa do Obelisco Mausoléu. Que perpetuou a mesma campanha para a iluminação dos pontos turísticos de diversas cidades brasileiras até hoje. 

Em Santa Catarina, por exemplo, somente em 2009 Florianópolis entrou no roteiro do movimento com parceria entre a AMUCC, a Femama e a Secretaria Municipal de Saúde. A primeira atividade foi a iluminação da Figueira da Praça XV de Novembro e o Lago das Bandeiras na cabeceira da Ponte Pedro Ivo. 

Além disso, algumas vans batizadas de ‘Rosa Móvel’ percorreram a Ilha da Magia, levando informações sobre diagnóstico precoce do câncer de mama à população e promovendo atendimentos rápidos.

Como prevenir? 

Os principais fatores de risco comportamentais relacionados ao desenvolvimento do câncer de mama são: excesso de peso corporal, falta de atividade física e consumo de bebidas alcoólicas. Portanto, evite-os! Além, é claro, de realizar o autoexame (apalpando as mamas). Por meio destes cuidados, é possível reduzir em até 28% os riscos de ter câncer de mama. 

A importância do diagnóstico precoce 

Quanto mais cedo o câncer de mama é descoberto, mais altas são as taxas de sucesso do tratamento. Segundo o Instituto Oncoguia, com o diagnóstico precoce, as chances de cura chegam a 95% nos casos identificados no estágio inicial. Por isso, a mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença.

O que é mamografia e com que idade devo fazer?

A mamografia é um raio-x da mama que permite a descoberta do tumor. A sua realização é indicada para mulheres a partir dos 40 anos. Porém, se existir caso na família, o indicado é realizar o exame a partir dos 35 anos de idade. E caso sinta algum sintoma, procure o médico de sua confiança. 

A Reunidas apoia o Outubro Rosa! E vem lembrar a todas as mulheres de fazer seus exames regularmente, principalmente se você tem casos de câncer de mama na família. Dê força para quem está passando por essa luta! 

Vamos juntas nessa causa. 

NOTÍCIAS RECENTES